Menu Fechar

ISABELINHA CANTA JOÃO FERREIRA-ROSA

O disco de homenagem chegou ao mercado dia 16 de julho, 2019 com distribuição da Universal Music Portugal.

Voz: Isabelinha
Guitarra Portuguesa: Luis Petisco
Viola de Fado: Jaime Santos Junior
Baixo Acústico: Francisco Gaspar

Gravado ao vivo no Palácio de Pintéus em outubro de 2017, duas semanas após a morte de João Ferreira-Rosa, que era proprietário do Palácio, o álbum “Isabelinha canta João Ferreira-Rosa” foi agora reeditado pela Universal Music e está disponível nas plataformas digitais Apple Music, iTunes, Spotify, Deezer, Tidal, Google Play, entre outras.

O disco contém 9 fados, imortalizados ou escritos por João Ferreira-Rosa, incluindo “Embuçado” e “Triste Sorte”. Alguns destes fados serão cantados por Isabelinha no concerto de encerramento do ciclo Há Fado no Cais, no próximo dia 20 de julho no CCB.

Os fados foram cantados, tocados e gravados ao vivo, sem qualquer tipo de tratamento em estúdio. Esta é também uma forma de homenagem a João Ferreira-Rosa, a quem a frieza dos estúdios “apavorava”.

João Ferreira-Rosa ouviu Isabelinha cantar em 2010 e “elegeu-a” desde então como a sua fadista preferida da nova geração, tendo escrito para ela o fado “Sinto-me Portuguesa” que também integra o disco.

João Ferreira-Rosa era proprietário do Palácio de Pintéus, nos arredores de Loures, que serviu de cenário a vários programas de fado, transmitidos pela RTP, em que participaram os fadistas Alfredo Marceneiro, Maria do Rosário Bettencourt, Teresa Silva Carvalho e João Braga, e os músicos Paquito, José Pracana, José Fontes Rocha, entre outros.